A Dieta do Corredor

0
109

Pensei que era uma dieta da moda que só permitia comer no corredor!! (Mentira), O livro é muito bom para praticantes de Reeducação Alimentar tradicional, para lowcarbers, esqueça!!

Infelizmente a Suzana Bonumá não acredita em dietas de baixo carboidrato, faz questão de deixar explícito que a perda de peso é provavelmente água e que todos viraremos zumbis por falta de energia já que estamos sem glicose. E sabemos que não é assim!! 

Screenshot_2013-09-29-19-39-46

Na página 21 ela fala que a matemática não funciona mas ainda defende a redução de calorias para emagrecer. (leia aqui 🙁 ). Na página 39 diz que leite é a principal fonte de cálcio (ler aqui), página 83 ela manda tomar maltodextrina caso não consiga comer outras fontes de carboidratos (:o), (nem vou colocar link)

Ela tem uma conta (página 113) de que 1kg de GORDURA reduz o custo de energia de 3,5% e economiza 1min e 28s em uma corrida. Quando eu emagrecer meus 37kg vou estar voando. faço 7km em 1 hora, então vou fazer em 5min 44s, vou vencer as olimpíadas!!

A partir da página 133, são receitas ¬¬. Bom, vou pegar algumas, tem um bolo de banana e castanha do pará que deve valer a pena, e tem algumas ideias de sucos muito boas!!

Bom dado ao alerta pela linha nutricional da autora, vamos ao que há de bom no livro:

    • Ela fala que as lesões musculares, devido as sessões de corridas, se dão pelo aumento de radicais livres do oxigênio e no caso nos indica uma alimentação rica em antioxidantes.
    • Ela fala que o papel dos carboidratos no processo de recuperação muscular é alimentar as reservas de energia musculares para que se possa trabalhar na integridade de seu tecido. 
    • A corrida aumenta a necessidade de proteínas para reparar os danos musculares e repor os aminoácidos que são utilizados nos treinos. Infelizmente ela não apoia a carne devido a gordura, mas EU acredito que é uma excelente fonte, fora as vitaminas e minerais que vem associados hehehe.
    • A recuperação do suor perdido nos treinos levará, em média, entre 2 a 4 horas [isso é um intervalo, mas vá lá ¬¬] para equilibrar os tecidos corporais, portanto é essencial manter uma hidratação regular.
    • Hipoglicemia decorrente da baixa ingestão de carboidratos pode acontecer na corrida, assim como a hiponatremia (baixa ingestão de sódio), assim EU (Reiner) aconselho que aos novatos em lowcarb que vão devagar com o treino, é importante estar adaptado para fazer com que o corpo use a gordura como fonte de energia.  😀

É isso, ela tem algumas classificações bizarras para corredores, tipo o pensador, o social etc, eu sou, com certeza, o beliscador heheh, e isso deve servir para ela classificar os pacientes dela, eu achei, como disse, tosco. A classificação é tipo assim (só que bem mais dividido):

RW01-Tipo-1

Por fim, se você é corredor, tenho duas boas notícias:

  • A Runner’s Word publicou uma matéria falando sobre lowcarb e corrida. Eu achei a melhor matéria sobre lowcarb que já saiu na mídia, a Suzana participa sendo do contra e Dr. Souto dá nocautes consecutivos nela. Confira aqui!
  • Existe o Corrida no Ar, um canal no Youtube voltado para corredores, tem dois vídeos legais com a participação de Dr. Souto. 😀

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=Em3W4foUvZ0&feature=share]

[youtube http://www.youtube.com/watch?v=RSVwGNAXHU0&feature=share]

Abraços,

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.