Por que engordamos e o que fazer para evitar

14
24
Gary Taubes em português! Quem poderia imaginar isso 2 ou 3 anos atrás? Lembro bem de ler o Dr. Souto contando desse livro e de como ele mudou a vida dele. Eram tempos sombrios e não existia praticamente NADA sobre a abordagem lowcarb em português.

 

Título: Por que Engordamos: E o que Fazer Para Evitar
Autor: Gary Taubes
ISBN: 9788525431493
Edição: 1ª – 2014
Páginas: 288
Editora: L&PM

 

Eu já tinha lido boa parte desse livro em inglês quando soube que seria lançado em português. Depois de Barriga de Trigo e Dieta da Mente, foi realmente maravilhoso saber de um lançamento desses. Agora eu poderia dar/emprestar um livro realmente completo sobre o tema!

Eu comprei e li o meu praticamente assim que lançou, no fim de 2014. Pois é… demorei mesmo para escrever sobre ele. A questão é que eu simplesmente não sabia o que mais poderia ser dito sobre o livro que é responsável pela existência do blog Dieta Low-Carb e Paleolítica. O livro mais comentado e recomendado pelo Dr. Souto!

Bom, no fim das contas eu resolvi que nesse caso divulgação nunca é demais e por isso deixaria aqui alguns comentários sobre o livro. Só para não fugir a regra vou deixar registrada minha crítica a capa da edição brasileira. Segue aquela linha auto-ajuda marqueteira e, claro, estampa a palavra “dieta”. Ainda acho que afasta muita gente, mas pelo visto deve atrair tantas outras também…

Eu já comentei aqui sobre o Barriga de Trigo e o Dieta da Mente. São livros realmente bons, mas possuem algumas lacunas. São bons no que se propõem, mas não são O LIVRO. Já o Por que Engordamos: E o que Fazer Para Evitar é. O Taubes fez uma fantástica revisão da literatura e descreve de forma clara e simples todos os mecanismos biológicos que levam o corpo a engordar, além de tratar das mudanças de hábitos alimentares que desencadearam a epidemia de obesidade e doenças crônicas.

Logo no início tem uma parte muito interessante sobre a relação entre exercícios físicos e perda de peso. Explicações embasadas e consistentes que mostram não ser essa a melhor estratégia quando o objetivo é perder peso.

Em outro momento é tratada a questão da gordura, como nosso corpo lida com ela e como a acumulamos. Gostei especialmente das explicações relacionadas aos triglicerídios, pois os meus estão sempre altos se eu descuidar.

“Por que eu engordo e você não (e vice-versa)” é um capítulo que responde perguntas que passam pela cabeça de todo mundo que luta contra a balança (quantas vezes já me fiz a pergunta desse título!). Esclarecedor e com um alerta importante sobre o efeito do sobrepeso/obesidade das mães no desenvolvimento dos seus bebês.

Portanto, quando engordamos, temos de considerar mais do que nossa própria saúde. Nossos filhos, e os filhos deles, também podem pagar o preço. E, a cada geração, pode ser ainda mais difícil resolver o problema.

Por fim, outro dentre os muitos pontos interessantes é a perspectiva histórica. Livros, relatos, artigos médicos de 100 anos atrás são apresentados para mostrar como a ciência encarava todas essa questões e como tudo mudou completamente na década 70. Toda a ciência e experiência prática foi pro saco por causa de alguns estudos duvidosos e de muito “investimento” da indústria farmacêutica.

Tem muita informação de qualidade nesse livro e, para aqueles que gostam, tem até uma ideia de cardápio e uma lista de  “pode e não pode” no fim dele.

Acredito ser um livro que pode ajudar muita gente e por isso sempre que posso dou de presente para alguém.

Quem mais já leu? O que achou?

Veja e-Book disponível.

14 COMMENTS

  1. Tenho 22 anos e acompanho a dieta do Emagrecer de Vez há cerca de 7 meses mais ou menos, seguindo a linha do método MR, indo mais para a vertente Paleo, com um pouco mais de carbs como a batata doce, as frutas,etc.
    Me identifiquei bastante e tanto meu corpo como minha saúde melhoraram bastante (foi bem visível e todos comentaram). Não cheguei a fazer medidas ou controle de peso, já que detesto balança, mas as fotos e as roupas falaram por si.
    Há uns 3 meses venho restringido um pouco mais minha alimentação com base neste blog, que amei, com uma alimentação LCHF. Li muitos artigos, pesquisei, me informei e sou sua fã de carteirinha, mesmo a maioria das pessoas não acreditarem nesse modelo de “dieta” e me julgarem por consumir manteiga e não um pedaço de pão integral 7 grãos, rs.

    Quando comece o método MR, e de forma ainda mais evidente com a LCHF, tive muitos problemas de constipação. Mas esses foram solucionados quando encontrei o artigo sobre AR. Consumo todos os dias 2 bananas verde + pssilyum (as vezes com uns morangos, as vezes com iogurte integral natural, as vezes com creme de leite, as vezes c leite de coco, etc). Contudo, nunca cheguei a medir nada para verificar as reações de glicose no corpo.

    No início, as diferenças foram mais evidentes e me senti ainda melhor. Já experimentei JI, pular refeições, cetose, etc.As vezes me permito uma refeição na semana Lixo, mas tenho tentado evitar cada vez mais.

    Contudo, vejo que meu peso estagnou e entrei num platô difícil de sair. Pratico boxe funcional em média de 3-4x por semana com alta intensidade. Meu corpo já melhorou muito, mas ainda me incomodo com minhas pernas que acumulam muita gordura e desejo perder mais uns 3 ou 4 kg.
    Sou bem baixa: meço 1,55 e qualquer kg a menos ou a mais fazem diferença pra mim. Tenho facilidade em reter líquidos e não consigo descer de jeito nenhum dos 55kg.

    Já tive esse mesmo peso há uns anos atrás e não dá nem pra acreditar que é a mesma pessoa. Apesar do mesmo peso, estou muito mais magra que antes. Tenho muita facilidade em acumular músculos e meu GH é bem alto.
    Neste caso, voce recomendaria algo? Diminuir as proteínas, a gordura ou as calorias? Mais exercício físico? Cortar refeições lixo?

    Muito obrigada pela atenção

    • Olá Xará!
      Muito legal seu depoimento.
      Sabe, eu meço só 1 cm a mais que você e com menos que 55kg ficaria magra demais…rsrsrs. Para vc ter ideia meu peso alvo é 60kg!
      Imagino que você tenha uma estrutura corporal mignon e pelo seu relato provavelmente vc já alcançou seu set-point (já leu sobre isso no blog do Dr. Souto?). Ou seja, a partir desse ponto perder peso é mais sacrificante. Das suas sugestões, eu tentaria primeiro tirar as refeições lixo e, se não desse jeito, partiria para o controle de calorias (sem abandonar a paleo/lowcarb!). Talvez uma consulta com um nutricionista da linha paleo/esportiva fosse interessante também.
      Beijos e boa sorte! Vai ficar sarada! 😀

      • Muito obrigada, Carol 🙂 entrei também em contato com l hilton, e ele me sugeriu esse link: http://www.paleodiario.com/2014/02/carboidratos-gentis-para-gaba-cortisol.html

        Realmente, comecei a perceber que as coisas estão meio estanhas.. Minha menstruação tem estado desregulada, sinto mudanças de humor repentinas, um pouco de fadiga e tontura em certos horários do dia (alem do efeito platô) Quanto ao sono está perfeito e me sinto (normalmente) disposta nos treinos. Minha dieta realmente estava very low carb.. Em torno de umas 20-30g ao dia. Zero amido, zero carbs complexos.. Somente salada, nuts, iogurte..

        Tem uns dois dias que estou tentando aumentar aos poucos o consumo de carbs gentis, mas ainda o medo é grande! Tenho comido batata doce, mais salada, e raízes, como a cenoura.. Talvez até tente o arroz em alguns dias ou até mesmo na minha comida favorita (japonesa). Frutas tenho um mais medo devido a frutuose, apesar de amar. Contudo, ainda espero aumentar o consumo delas também se ver que não interfere no emagrecimento

        Nesses dois dias senti minha energia um pouco melhor, sem inchaços e com uma digestao boa também. Reparei também que tenho urinado muito mais nesses últimos dias.

        Talvez o ideal seria consumir +- > 50 e < 100, o que também não tornar deixa de ser low carb.. Talvez medium carb!

        Quanto ao meu peso, minhas pernas são minha maior queixa, e me sentiria melhor mais fininha, rs!

        Como você é mulher, gostaria muito da sua opinião… Nossos hormônios interferem muito, o que torna a dieta mais complexa desse lado de cá!

        Enfim, vi vários depoimentos de mulheres que voltaram a abaixar na balança depois de aumentar o consumo de carbs gentis…
        Apesar de tudo, tenho mais que certeza que a paleo e o consumo controlado de carbs melhorou minha saúde, minha mente e meu corpo!

        Um salve a todos e a todas do mundo paleo!

        • Pois é Carol, nós somos um bicho muito complicado!
          Eu já percebi esse efeito de sair do platô com o aumento do consumo de carbs bons. Como eu já faço o “dia do lixo” uma vez por semana, fico very low carb nos outros dias, massss às vezes quando noto que o peso está muito estagnado ou a disposição não está ok, eu dou uma ajustada nas quantidades de gordura ou de carboidratos. Eu tenho a impressão que meu organismo “cansa” se fica tudo muito igual durante muito tempo. Pode ser só impressão, mas o fato é que mexer um pouco nas proporções sempre me ajuda. Enfim, acho que vale a pena vc tentar.
          O site do Hilton tem mesmo muita coisa boa sobre páleo para mulheres. Leio sempre.
          Bjos

          • Exatamente! Sinto que meu corpo cansa da mesmice!
            Vou fazer o teste e volto para contar os resultados

            Obrigada pelo carinho 🙂

        • Carol, bom dia. Tenho o mesmo problema que você: 1,58 altura e 58 kg. Porém minha coxa é grossa, com gordura e flacidez. Dois anos atrás consegui amenizar com musculação. Séries de exercícios com pouco peso (pra não engrossar mais). Eu fazia as séries de maneira mais rápida. E deu certo!!! Também usei uns creminhos para celulite e flacidez. Espero ter ajudado. Tb sou adepta a Lo Carb e EDV. Beijos!

  2. Demorei, mas cheguei!
    Esse livro é exatamente o que faltava pra gente fechar os pontos que poderiam estar faltando. Amei do início ao fim, mas a parte do exercícios me marcou.
    Eu ficava sempre me cobrando por não estar malhando ou correndo e tinha certeza que era isso que não me fazia emagrecer. Desencanei! Vou quando dá e fico na dieta. Ela é o mais importante.
    Ainda mais que meus últimos exames não foram muito bons.
    Desde que voltei pra lowcarb já se foram 4kg. Quero perder mais 5kg e voltar a ser quem eu era antes da última farra dos carboidratos.
    Vou fofocar mais por aqui.
    Bjo

  3. Tenho exatamente a mesma opinião! Esse livro é sensacional, mudou minha forma de pensar o engordar-emagrecer. Tudo faz sentido agora. Com meu estilo de vida, já comprovei tudo o que é dito no livro sobre o que nos faz engordar. Estou agora no processo de por em prática o “o que fazer para evitar”.

  4. Oi Carol, Taubes veio para acabar de vez com todas as dúvidas e medos… Li o Barriga e o Dieta da Mente, mas não chega nem perto dele. Eu sempre indico a leitura nessa ordem rs, Taubes para “lacrar” rs.
    O importante é que estamos tendo acesso a essa literatura, ainda com atrasos, ok, mas estamos. Acho que existem as pessoas “antes de ler Taubes” e “depois de ler Taubes”… Eu sou a depois, para sempre! rs

Deixe seu comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.